Outubro será uma espécie de “mês-alavanca” deste ano. Não será o mais importante, mas tão pouco será o mais esquecível. O ponto mais forte neste período será a forma como temos lidado com os relacionamentos em geral. As parcerias, os romances, as inimizades. Será que temos concedido espaço para a luz das nossas convicções? Ou será que estamos a todo momento negociando elas para dar vazão ao Outro? É preciso um balanço para que a expressão de Si não perca sua força. E esse é o conselho mais forte para o período.

O mês já começa em reajuste. No dia 02.10, Mercúrio retorna ao movimento direto. O que quer dizer que a sua saúde será aos poucos reestabelecida, melhorando comunicações, negócios, aprendizagens e trocas. O mês de Outubro se trata bastante de como reestabelecer vínculos ou deixar de lado certos canais que já não valem a pena serem mantidos. Coincidência pouca é bobagem, não? Politicamente o clima será instável, já que o regente do Sol do período, a Vênus, estará aflita pela combustão. Isso pode indicar dificuldades para mulheres e para os afetos em geral. É preciso saber escolher bem quais guerras comprar. E não deixar o carinho e o acolhimento se esfarelarem pela dureza dos tempos.

O Céu mais libriano e mais “aéreo”, já que temos Marte em Gêmeos e Saturno em Aquário, será predominante nas três primeiras semanas do mês. Vai intensificar a racionalização e o voo livre de informações. Por isso, é preciso algum cuidado com rumores e dados distorcidos sobre a realidade. Em compensação, ganhamos com trocas mais ligeiras e que podem estimular atividades sociais e intelectuais. Para os signos de Terra será preciso uma dose a mais de paciência. Para os signos de Fogo, um cuidado com a ansiedade. Para os signos de Água, um pedido para não ressentirem demais com as brincadeiras em excesso do entorno. E para os signos de Ar, bom proveito!

A chave vira mesmo na última semana do mês. E de uma vez só. No dia 23.10, tanto Sol quanto Vênus trocam de signo e vão para Escorpião. Lá, vão abraçar as profundezas emocionais, os segredos e algumas conspirações. É uma preparação para o que está por vir em Novembro. A melhor forma de dar o primeiro passo é não renegar a grandeza das emoções que cada pessoa carrega. Por mais “aterrada” ou “superficial” que ela pareça. Antes da virada do mês, Júpiter volta para Peixes. Teremos um segundo carnaval até o final do ano. Um misto de fantasia e guerra. Será preciso sagacidade para dançar nesta corda bamba. Sorte!

Busque ler não só o seu signo solar como também o Ascendente. Para quem for fazer aniversário no período, aconselhamos uma leitura oracular completa com alguém que compreende as técnicas astrológicas em profundidade.

Signo que certamente receberá os impulsos mais intensos do período. Será difícil manter as coisas como estão! E isso pode ser bom, bom demais. Os ventos chegam não só de Sol, Vênus e Marte que estão em Libra, como também Marte em Gêmeos e Saturno em Aquário. A oposição com Júpiter em Áries poderá apimentar o mês, deixando lugares de tensões com algumas pessoas ou situações. Não existe mudança sem causar um tanto, não? O conselho é seguir os passos da Lua. Vá acompanhando as fases, Nova, Crescente, Cheia, Minguante. Procure ter uma forte noção de quem te acompanha nessa jornada. E quem já venceu o limite.

Lá pelo final do mês, o clima de decisões de parcerias e de situações para se envolver começa a amenizar. Concede espaço para os Escorpiões e uma necessidade de repensar a vida financeira. Será um bom momento para dar uma revirada na sua casa. Avaliar o que vai e o que fica. Também para pensar se não é hora de investir em algo relacionado ao seu bem estar.

Texto por Bruno Ueno
Art da capa por Dapenha